Terça-feira, 17 de Março de 2009

As primeiras comunidades recolectoras


 Ambiente natural e primeiros povos

 

 Citânia de Briteiros

 
 

 

Descobre os desenhos que os povos recolectores faziam nas suas grutas (ARTE RUPESTRE) Clica na figura...

 

 As primeiras comunidades recolectoras

 COMO TUDO COMEÇOU...

Desde há muitos milhares de anos que a Península Ibérica é habitada pelo Homem. O clima era muito frio.Os primeiros homens dependiam completamente da Natureza. Por isso, precisaram de se esforçar muito para vencer os perigos e as dificuldades que os rodeavam.

 

  • LUTAVAM PELA SOBREVIVÊNCIA

Para sobreviverem tinham que recolher da Natureza tudo o que necessitavam. Para se alimentarem apanhavam frutos, raízes, folhas, pescavam e caçavam, isto é, viviam da recolecção. Recolhiam da Natureza tudo o que precisavam.

  • ERAM NÓMADAS

Para caçar os animais, tinham de os seguir. Ora, como estes se deslocavam conforme as estações do ano em busca de alimentos, os recolectores não podiam viver permanentemente no mesmo local. Eram, por isso, nómadas.

  • PROTEGIAM-SE DO FRIO hotstuff_gifmix1-330.gif (9021 bytes)

Para se protegerem do frio, cobriam-se com as peles dos animais que caçavam, depois de preparadas. Também construíam refúgios com paus e ramos de árvores entrelaçados ou peles de animais, ou então abrigavam-se em cavernas naturais. O Homem aprendeu a usar e produzir o fogo. Este era muito importante pois não só aquecia, como iluminava. Com o fogo, também cozinhava os alimentos, aquecia pedras antes de serem talhadas e espantava os animais ferozes que rondavam a caverna.

  • FABRICAVAM INSTRUMENTOS 

Os primeiros instrumentos que o Homem utilizou foram os paus e pedras que encontrava na Natureza. Mas, ao longo do tempo, e para as diferentes actividades, passou a fabricar utensílios variados de madeira, pedra e osso.

 

 

  • VIVIAM EM GRUPO

Os recolectores viviam em grupos e só o esforço de todos permitia a sua sobrevivência. A captura de grandes animais e a falta de armas adequadas exigia força e habilidade. Isso levava-os a juntarem-se e entreajudarem-se.

  • ERAM ARTISTAS

Os recolectores gravavam e pintavam animais nas paredes das cavernas em que se abrigavam. Possivelmente, faziam isso porque acreditavam que lhes trazia sorte para a caçada ou abundância de comida para o grupo. Mas o significado desta arte continua a ser, para nós, um mistério. A propósito da arte rupestre vê o vídeo...

  As comunidades agro-pastoris

 

 

 Primeiros povos - Correspondência

 

 

 

 

 

Continentes - associação

 

 

Península Ibérica - Puzzle

 

 

Continenetes e Oceanos (sopa de letras)

 

 

Comunidades recolectoras e agro-pastoris (associação)

 

  

Celtas, Celtiberos, Iberos e Lusitanos 

 

 

 

 Clica na imagem e diverte-te...

 

 Clica na imagem e realiza o teste...

 
 

 

Arte Rupestre no Vale do Côa Documento multimédia consistente sobre Arte Rupestre no Val do Côa.

As comunidades agro-pastoris.

 

Refere as vantagens das comunidades agro-pastoris quanto à descoberta da agricultura e quanto à domesticação de animais.
 

O Domínio do Fogo

 

 



Refere e explica as vantagens do domínio do fogo pelas comunidades recolectoras.
 

 

O Cristianismo

 

 

 Tendo sido anteriormente surrado pelos judeus, chega agora a vez dos romanos. Sabe-se que os castigos corporais dos soldados romanos eram muito sangrentos, deixando ferimentos por todo o corpo. Estes golpes devem ter sido bastante dolorosos Além disso, uma coroa de espinhos foi rudemente posta na sua cabeça, a qual era capaz de irritar gravemente os nervos mais importantes causando uma dor cada vez mais intensa e bastante aguda com o passar das horas. O sofrimento de Cristo foi muito.


Que princípios defendidos por Jesus Cristo levaram os Romanos a perseguir os primeiros cristãos?

Procura saber mais sobre o sofrimento de Jesus.
Procura conhecer melhor a história de Jesus.

 

 

 

 

Desde há muitos milhares de anos que o Homem habita a Península Ibérica. Vieram de África através do estreito de Gibraltar.

Esses primeiros homens viviam em pequenos grupos; tiveram de ser muito hábeis e  só o esforço de todos lhes permitia vencer as dificuldades: o frio era intenso, a neve era muita, dependiam totalmente do que a Natureza lhes dava porque as suas técnicas eram muito primitivas.

Eram recolectores, isto é, viviam apenas do que recolhiam através da pesca, da caça, da apanha de frutos, raízes, folhas.

  

 

 

 

 

Comunidades agro-pastoris

Há cerca de 15 mil anos, o clima da Terra mudou: a temperatura aumentou e os gelos recuaram para as zonas polares.

Na Península Ibérica, a temperatura tornou-se mais amena, aumentaram as zonas habitáveis, mudou a vegetação e os animais que aqui viviam.

Mudou também o modo de vida das comunidades da Península, adaptando-se ao novo ambiente natural.

 

O Homem...

... dedicou-se à pastorícia: começou a domesticar animais como o porco, a cabra, a vaca, a ovelha, o cão e o cavalo;

... e à agricultura: iniciou o cultivo de trigo, cevada, centeio, favas, linho;

... tornou-se, por isso, sedentário: vivia em aldeias e produzia os seus próprios alimentos, já não precisando de se deslocar permanentemente para recolher alimentos;

... utilizou novas técnicas como a cestaria, a olaria e a tecelagem: para guardar os produto das colheitas fabricou cestos e vasos de barro; com a fibras vegetais e animais (o linho e a lã) fabricou tecidos;

... usou novos utensílios: apesar de continuar a usar a pedra, a madeira e o osso, fabricou novos utensílios como a foice, a enxada, a mó, o arado, a roda;

... mais tarde, descobriu os metais e praticou a metalurgia: primeiro, o cobre e o bronze; com a chegada dos Celtas, o ferro e o ouro; tanto eram usados em utensílios como em armas ou adornos.

 

 

 

Os Celtiberos

Aos Iberos que já habitavam a Península, vieram juntar-se os Celtas, vindos de Norte, que se fundiram dando origem aos Celtiberos.

As comunidades agro-pastoris viviam em aldeias nos vales dos rios ou no cimo dos montes. Estas últimas, geralmente rodeadas de muralhas para defesa em caso de guerra, são os castros.

As suas casas eram pequenas, de pedra, geralmente circulares, com chão de terra batida e tecto de colmo.

 

Estes povos já prestavam culto aos mortos: construíram grandes monumentos de pedra, os megalitos, como antas ou dólmenes e menires.

  

 

Povos do Mediterrâneo

Há muitos séculos, Povos do Mediterrâneo visitaram a Península Ibérica, atraídos pelas suas riquezas naturais. Primeiro, os Fenícios, depois os Gregos e mais tarde os  Cartagineses.

Dedicavam-se ao comércio e vieram por mar, aproveitando as águas calmas do Mediterrâneo. Da Península, levavam metais como cobre, estanho, ouro e prata. Trocavam-nos por armas, tecidos, estatuetas e peças em vidro e cerâmica.

Eram povos mais evoluídos  o que permitiu aos povos da Península (Celtas, Iberos e Celtiberos) aprenderem novas técnicas artesanais (cerâmica e vidro), a conservação dos alimentos pelo sal com os Cartagineses, o uso da moeda e a escrita fenícia.

 

 

Estrabão (geógrafo do Século I), Geografia (adaptado)

 

Os Lusitanos

"O seu principal alimento é a carne de cabra... Nas três quartas partes do ano o único alimento na montanha são as glandes de carvalho que, secas, quebradas e pisadas, servem para fazer pão.

Uma espécie de cerveja feita com cevada é bebida vulgar, enquanto o vinho é raro. Comem sentados - para isto há bancos de pedra, dispostos em roda das paredes e em que os convivas tomam lugar segundo a idade e a posição. A comida circula de mão em mão...

Nas terras interiores só se conhece o comércio de troca, ou então cortam-se lâminas de prata em bocadinhos que se dão em pagamento do que se compra."

 

O Homem...

... protegia-se do frio... construindo refúgios e vivendo em cavernas; vestindo-se de peles dos animais que caçava;

... fabricava instrumentos... de madeira, pedra, osso;

... dominava o fogo... para se aquecer, cozinhar os alimentos, iluminar as cavernas, afugentar os animais ferozes;

... era nómada..., isto é, deslocava-se permanentemente em grupo, procurando os locais onde viviam os animais que caçavam;

... era artista e mágico... fazendo pinturas e gravuras nas paredes das cavernas ou nas rochas - arte rupestre.

Ainda hoje é um mistério o seu significado mas, possivelmente, faziam-no para trazer sorte às caçadas e abundância de alimentos.

 

 

Se quiseres saber um pouco mais sobre os povos primitivos, vê este filme: 10.000 A.C.!!

 

 

 

Os Primeiros Povos

 

A Península Ibérica é habitada há muitos milhares de anos.

 

Os Povos que habitavam a Península Ibéria eram Nómadas, viviam da caça, da pesca e dos frutos silvestres. Com a descoberta da agricultura, estes povos vão- se fixando junto dos rios e das terras mais férteis e constróem povoados.

 

Iniciam-se as primeiras invasões.

 

v     Os Iberos foram o primeiro povo a habitar a Península Ibérica. Vieram do centro da Europa.

 

v     Mais tarde, surgiu um povo guerreiro e agricultor – os Celtas.

v     Os Iberos e os Celtas acabaram por se unir, dando origem aos Celtiberos, aos Lusitanos e a outros povos.

Os Lusitanos ocuparam uma grande parte do território. Um dos grandes chefes lusitanos foi Viriato, célebre pela forma como combateu os exércitos romanos, que entretanto também invadiram a Península Ibérica.

 

v     Vindos do Mar Mediterrâneo, surgiram outros povos mais evoluídos, os Fenícios, os Gregos e os Cartagineses.

 

 

 

 

 

  x

ENTRAR

          FILME

publicado por ana às 23:15

link do post | comentar | favorito
|  O que é?

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. ...

. Vegetação natural da Pení...

. Iberos e os Celtas

. D Afonso Henriques

. NUMERAÇÂO ROMANA

. RIOS DE PORTUGAL

. ELEVAÇÕES DE PORTUGAL

. ARTE E RITOS MÁGICOS

. A crise do sé. XIV ; a cr...

. A sociedade feudal

.arquivos

. Junho 2011

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds