Terça-feira, 17 de Março de 2009

UM NOVO REINO CHAMADO PORTUGAL


 

 

 

Entre os séculos XI e XIII, as lutas entre cristãos e muçulmanos foram muito renhidas. Vários reinos e condados cristãos se formaram então, como podes observar no mapa.

Os reis cristãos da Península Ibérica pediam ajuda a outros reis da Europa que enviavam cavaleiros cristãos - os Cruzados. Entre estes cruzados destacaram-se D. Henrique e D. Raimundo, dois cavaleiros franceses.

Como recompensa pela ajuda prestada na luta contra os muçulmanos, o rei de Leão (D. Afonso VI) deu a D. Raimundo o Condado da Galiza e uma das suas filhas, D. Urraca, (filha legítima) para casar; a D. Henrique, o Condado Portucalense e outra sua filha (filha ilegítima), D. Teresa, em casamento, no ano de 1096.

 

  

 Mas morreu muito novo, ficando a governar a viúva, D. Teresa, uma vez que o seu filho, D. Afonso Henriques, era ainda muito novo. D. Teresa, que também pretendia a independência do Condado, pediu para tal ajuda à nobreza da Galiza. Os nobres portugueses, não concordando, convenceram D. Afonso Henriques a revoltar-se contra a mãe.

Formaram-se então dois "partidos": um, a favor de D. Teresa; outro, a favor de D. Afonso Henriques. Os dois "partidos" confrontaram-se na Batalha de S. Mamede (em 24 de Junho de 1128), próximo de Guimarães, tendo D. Afonso Henriques saído vencedor e passando a assumir o governo do Condado.

 

A LUTA PELA INDEPENDÊNCIA

A D. Afonso Henriques não bastava a autonomia do Condado Portucalense; ele queria a sua total independência. Para tal, teve de lutar em várias frentes:

contra o rei de Leão e Castela, para obter a independência: batalhas de Cerneja e Arcos de Valdevez;

contra os muçulmanos, para alargar o território: batalha de Ourique;

difíceis negociações com o Papa para que este reconhecesse Portugal como reino independente.

A sua luta veio a ter sucesso:

o rei de Leão e Castela reconheceu a independência de Portugal: Tratado de Zamora, assinado em  1143;

o território português foi alargado até à linha do rio Tejo;

o Papa reconhece o reino de Portugal em 1179, através da Bula Manifestis Probatum.

 

 

Questionários:

  • Formação de Portugal  -1-

 

 

  • Formação do Reino de Portugal

  • Portugal - Um novo Reino

  • Reino de Portugal

     

    O Condado Portucalense situava-se entre os rios Minho e Mondego e tinha a sua sede no Castelo de Guimarães. A D. Henrique competia a defesa e o governo do Condado. Não era, no entanto, independente pois devia obediência, lealdade e ajuda militar ao rei de Leão, que era o governante máximo. D. Henrique, guerreiro valente e bom governante, sempre desejou tornar o Condado Portucalense independente do reino de Leão.

     

     

    Clica na imagem e realiza os jogos sobre a formação do reino de Portugal

     
     
     

     

    Era uma vez um Rei...

    O Instituto Camões disponibiliza em formato digital uma colecção original do jornal Expresso. Aprender de forma lúdica a História de Portugal (reis).

    Fonte: Instituto Camões

      

    WebQuest: A Formação de Portugal

    História e Geografia de Portugal

     

 

publicado por ana às 23:05

link do post | comentar | favorito
|  O que é?
1 comentário:
De Ricardo Pacheco a 22 de Fevereiro de 2011 às 15:01
Falta a árvore genealogica

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. ...

. Vegetação natural da Pení...

. Iberos e os Celtas

. D Afonso Henriques

. NUMERAÇÂO ROMANA

. RIOS DE PORTUGAL

. ELEVAÇÕES DE PORTUGAL

. ARTE E RITOS MÁGICOS

. A crise do sé. XIV ; a cr...

. A sociedade feudal

.arquivos

. Junho 2011

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds